Restaurante Só na Brasa: Nham!

so na brasa3

Oi gente linda que me segue! E a vida, vai bem? Pois se não vai bem, depois deste post vai melhorar, afinal de contas, uma boa comida sempre melhora tudo kkk! Então gente linda, Se você é do Méier, no Rio de Janeiro, provavelmente conhece ou já passou em frente ao restaurante Só na Brasa, mas se você não faz ideia do que eu estou falando, vem comigo que no caminho te explico!

Sabe aqueles restaurantes que parecem uma extensão da sua casa porque o ambiente é bem familiar? Pois bem, o Restaurante Só na Brasa é exatamente assim; um restaurante especializado em galetos mas que atende aos mais variados paladares uma vez que aqui você encontra carnes, massas, petiscos e sobremesas, tudo com porções bem servidas e uma comida saborosa com gosto de “feita em casa”. Além disso, os garçons são muito simpáticos e solícitos e sempre fazem todo o possível para servir a melhor comida do dia.

Eu já fui ao Só na Brasa inúmeras vezes e sempre que vou, procuro me sentar próximo à “varanda” (que na verdade é um espaço mais reservado e envidraçado com uma vista legal da rua) e sou muito bem atendida. O ambiente como falei é familiar e a decoração conta com diversas fotos antigas do bairro da Zona Norte do Rio, o que eu acho bem bacana e tem também toques de madeira, tijolinhos e ladrilho hidráulico. Não é um local luxuoso, na verdade é um local informal mas arrumadinho rs. O estacionamento fica na rua ao lado, mas é pago à parte, então não tem perigo de deixar o carro na rua e ser multado.

Apesar de ter um forno bem grande o local não cheira a “grelhados e afins”, o que para mim é muito bom, afinal ninguém merece ir a um restaurante onde o cheiro dos assados fica impregnado na sua roupa e no seu cabelo. E outro ponto positivo que é muito importante para mim: não é barulhento! Eu não sei para vocês, mas para mim, o restaurante pode ser maravilhoso, mas se for barulhento…eu corto na hora da minha lista. Percebem como sou exigente? Kkk

Mas e a comida? Bem, a comida, como falei acima tem gosto de comida caseira: saborosa, bem temperada e com sal na medida. O bom é que os pratos chegam super rápidos à mesa, então você não fica com a sensação de “preciso comer mas a comida não chega”, e as porções são bem servidas, viu! Eu costumo pedir o famoso “frango à gaúcha” (frango assado na brasa, com farofa de ovos, arroz, vinagrete e batatas fritas) e apesar de só comer o peito de frango, ele vem suculento e quentinho. Delícia! Mas se você quiser algo mais leve, experimente a salada ceasar que além de saborosa, vem servida em uma trouxinha de parmesão: um charme!

E depois de toda essa comilança, se ainda tiver um espacinho, arrisque-se nas sobremesas. Eu já provei o brownie e o pétit gateau e vêm bem servido com calda e uma bola de sorvete de sua preferência.  Só deixo claro que não é o melhor brownie da minha vida, mas “fecha” a refeição e dá aquela sensação de “estou satisfeita”. Enfim…eu sei que tudo é questão de gosto e que este é relativo, mas na minha humilde opinião, vale uma visita!!!

E vocês? Já conheciam o Restaurante Só na Brasa? Contem aqui nos comentários o que acham deste restaurante e contem qual é seu prato preferido, vou adorar saber! Bem, espero que tenham gostado deste post e se gostaram, deixem uma curtida e não esqueçam de se inscrever no blog para ficar por dentro das novidades. Um beijo enorme e um ótimo fim de semana! Até breve…

 

Restaurante Só na Brasa

R. Dias da Cruz, 443 – Meier, Rio de Janeiro – RJ, 20720-010

Tel: (21) 3442-3110
(21) 3271-9369

Idéal Soleil Hydra Soft da Vichy

Oi gente linda! Eu sei que ainda estamos na primavera, mas o ano está passando tão rápido que acredito que amanhã já comece o verão! Brincadeiras à parte, independente da estáção do ano existem produtos que não podemos viver sem, um deles é o protetor solar. Até porque protetor solar é de uso diário e não apenas no verão. Então antes que você arrume uma desculpa para não usá-lo, me acompanhe que te conto sobre meu último caso de amor em forma de pote…

Eu sou daquelas pessoas que faça chuva ou sol, estou sempre de protetor solar E óculos escuros. Muita gente acha que não há necessidade mas para estas pessoas que pensam desta forma, sugiro rever seus conceitos, quanto às que usam: parabéns! Eu como boa amante de protetor estou sempre usando produtos diferentes e buscando resultados mais eficazes na minha pele; até porque eu tenho psoríase e com isso minha pele é mais sensível e fica mais exposta aos danos solares.

Em uma das minhas últimas visitas à Drogaria Venâncio, comprei um protetor solar da Vichy – uma marca super renomada e que já conheço faz tempo, pois uso muito seus produtos. O protetor solar em questão é o Idéal Soleil Hydra Soft FPS 50 de alta proteção para o corpo.

O produto conta com uma  avançada tecnologia de filtros (MEXORYL XL+ SX) garantindo assim a máxima proteção contra os raios UVA + UVB e de acordo com a embalagem possui ação hidratante intensiva de até 8 horas, o que é bem interessante já que a pele fica realmente bem “judiada” depois da exposição ao sol. Outro ponto positivo é a textura: bem leve e de rápida absorção, o que evita aquele efeito “besuntado” que eu não curto e ainda mantém o aspecto da pele/corpo longe do efeito “fantasminha” de pele branca por causa dos resíduos do produto. Ou seja, sem a sensação melecada e com a pele hidratada sem resíduo ou manchas brancas! Preciso dizer que só por isso já gostei?!?

Mas como se não bastasse, o produto vai além! Ele também possui ativos hidratantes (glicerina e vitamina E) garantindo uma pele macia e aveludada e é também enriquecido com água termal mineralizante de Vichy. Água termal? Sim, isso mesmo. Depois disso esse protetor ganhou lugar cativo no meu seleto coraçãozinho.
E se você está na dúvida se ele pode ser usado em peles oleosas, já adianto: serve para todos os tipos de pele!

Eu notei que minha pele respondeu muito bem à hidratação referida no produto é que de fato protegeu bastante a pele, pois mesmo depois de entrar na água, caminhar, suar e de ter me exposto ao sol, minha pele não ficou ardendo e nem vermelha. Certamente, eu reapliquei o produto antes de me expor ao sol por mais de 2 horas e também após ter entrado na água, o que deve ser feito por todos. Mas notei que o Idéal Soleil durou mais tempo no corpo que outros protetores. E quanto ao cheiro, eu aprovei: suave, sem ser enjoativo e não causa dor de cabeça ou ataca a alergia kkk! Portanto gente linda, já estou super protegida antes mesmo do verão chegar.

E vocês, já conheciam este produto? Contem aqui nos comentários ou deixem dicas e sugestões para o blog. Espero que tenham gostado do post e se gostaram, deixem uma curtida. Lembrando também que quem está inscrito no blog lê os posts primeiro. Por hoje é só gente linda, mas voltarei com novidades. Um beijo cheio de proteção e um ótimo feriado!

Cusco é tudo de bom!

Bom dia gente linda!!!! E as dicas de viagem ao Peru ainda não acabaram! Hoje vim contar um pouquinho sobre minhas primeiras impressões e dicas básicas em Cusco, mas já adianto que Cusco é uma fofura nível master e talvez seja a cidade mais colorida e “pinterística” que eu já visitei. Quer saber sobre tudo? Então me segue que vou contar…

Para começar, nós chegamos à Cusco de avião vindo de Lima (já dei dicas de Lima em outro post) e fomos recepcionados no aeroporto pela equipe do Viagens Machu Picchu que nos levou até nosso hotel, o Anden Inca que fica na Calle Saphy e já fomos tomando o famoso chá de coca para a aclimatação já que Cusco fica MUITO acima do nível do mar.

Eu não gostei do chá de coca, achei-o muito amargo, mas como não passei muito mal, confesso que desisti do tal chazinho. Mas se você passar muito mal por causa do soroche (o mal de altitude) aconselho experimentar as bombinhas de oxigênio que são vendidas em quase todas as farmácias em Cusco ou até mesmo no seu hotel, além de se hidratar muito.

Cusco

Voltando ao Hotel…O Hotel é bem aconchegante, com detalhes bem legais na decoração do hall de entrada, mas já aviso: é cheio de escadas e isso pode ser um problema para quem está sofrendo do soroche. Outro ponto que deve ser levado em conta é que ele fica em uma rua de ladeira e fica um pouco afastado da praça principal (cerca de 2 quadras), e como você certamente vai cansar mais rápido por causa da altitude, subir 2 quadras pode ser sim uma questão a se levar em conta na hora de escolher o hotel.

O quarto era confortável, com aquecedor portátil, uma cama grande mas…com travesseiros desconfortáveis: ou muito altos e duros como pedra, ou muito baixos. Outro detalhe importante: não tem frigobar no quarto e me parece que isso é comum nos hotéis em Cusco. O hotel oferece café da manhã mas não espere muito dele porque pode decepcionar; mas como o hotel só serviria para dormir, até que levamos numa boa. Ou seja, se puder ficar em um lugar mais próximo da Plaza de armas e mais aconchegante, acho que será uma boa escolha!

O recomendável no primeiro dia de Cusco é que você descanse um pouco justamente por causa da altitude e foi exatamente isso que NÃO fizemos kkk. Fomos passear pela cidade e ficamos encantados com tudo! Cada cantinho mais pitoresco que o outro e as pessoas são muito simples e educadas.

As crianças brincando nas pracinhas, muitos cachorros nas ruas, muito artesanato, muitos turistas mas todos felizes e convivendo na maior paz. Nós precisamos fazer câmbio de moeda e fizemos na loja Super Cambio que fica localizada na Avenida Sol, a principal Avenida daquele centrinho. Atente-se que o câmbio em Lima é mais favorável que em Cusco, então prefira trocar seu dinheiro em Lima.

Cusco é tão interessante que flanar por suas ruelas e becos é um programa e tanto! É uma explosão de cores em cada canto e fica até difícil dizer qual o cantinho mais interessante da cidade. Nestas andança, aproveite para experimentar a gastronomia local (falarei mais em outro post), mas ande, porque seus olhos ficarão extasiados com tamanha beleza.  Dá para fazer muita coisa a pé em Cusco, mas os sítios arqueológicos já ficam mais distantes e não dão para ir a pé, ou seja, só de transporte feito por alguma empresa. Caso você esteja por sua conta existem muitas empresas que fazem estes passeios e você as encontra na Plaza de Armas e no seu entorno, é só escolher a de sua preferência. Se preferir, pode visitar os vários museus da cidade.

Se por acaso estiver procurando por internet wi-fi em Cusco saiba que até tem, mas não espere encontrá-la em todos os cantos ou estabelecimentos. Na dúvida, entre no Starbucks da Plaza principal e compre algo para poder ter a senha de acesso à internet wi-fi, ou…compre um chip de telefonia peruano para poder usar internet no país. O chip você encontra no mesmo local da casa de câmbio: na Avenida Sol, aliás você encontrará tudo nesta Avenida, mas em Lima,o valor do chip é mais barato. Lembre-se também que o chip de telefonia móvel só funcionará se o seu celular for desbloqueado.

Caso você decida fazer um passeio mais “nativo”, um lugar muito bacana para visitar ou mesmo ver como funciona o dia a dia dos locais, é visitar o Mercado São Pedro, que fica a uma curta caminhada de uns 20 minutos da Plaza de Armas. Neste Mercado você encontrará muitas opções de alimentação (que eu não me arrisquei a comer) bem em conta e verá como funciona a base da alimentação em Cusco com muitos milhos, frutas, inúmeros tipos de batatas, algumas um tanto curiosas; pães enormes que os viajantes levavam em suas viagens pelo país assim como poucos itens de artesanato e tecidos. Só tomem cuidado porque você não está na Disney então tenha cuidado com seus pertences e para àqueles que adoram tirar foto de tudo…muitos trabalhadores locais não gostam e reclamam muito, então evite problemas e seja discreto com as fotos.

Uma vez no Mercado, eu super recomendo comprar algumas frutas e provar sabores que não encontramos aqui no nosso país, eu provei a grenadilla e achei uma delícia. Para os amantes do café como eu, indico o café “Cholita” que seria o nosso “Pilão” no Peru pois é muito saboroso. Se a sua praia for a gastronomia aqui é uma parada obrigatória com muitos temperos e opções diferentes de chás, inclusive o chá de maca, muito conhecido no Peru. Só atentem-se para o tipo de embalagem que estes itens vem, pois não se pode entrar no Brasil com alguns produtos se a sua embalagem não for a vácuo. E lembrando sempre: você até pode comprar folhas de coca para mascar durante sua viagem, mas nem pense em trazer para o Brasil: são proibidas! Evite problemas com a polícia e a alfândega.

Em Cusco é tudo muito colorido, então já dá para imaginar o artesanato local…um deslumbre! Eu gosto muito de cores na decoração e fiquei apaixonada pelos tecidos, toalhas de mesa, capas de almofadas e afins, mas uma boa dica aqui é pechinchar! NUNCA compre na primeira loja que visitar e nunca aceite o primeiro preço. Eu sei que pode parecer falta de apreço pelo trabalho manual alheio mas é prática comum pechinchar então eles colocam o preço bem alto porque sabem que será negociado. Para quem gosta de artesanato, o local onde encontrei o melhor preço foi o Centro Artesanal,  um mercado de artesanato local localizado na Avenida Sol. Este mercado fica há uns 25 minutos de caminhada da Plaza de Armas e lá você encontra todo tipo de artesanato (roupas, sapatos, brincos, bibelôs, artigos decorativos para casa, quadros, espelhos e itens de pele de animais) reunido em um só local. Mas a regra da pechincha continua a mesma aqui viu! Eu comprei capas de sofás e toalhas de mesa bem mais em conta do que nas lojinhas em torno da Plaza de Armas, então vale a caminhada!

E vocês, já conheciam Cusco? Contem aqui nos comentários o que acharam da cidade ou compartilhem suas dicas, é sempre bom trocar informações de viagens. Quer mais dicas ou ficou com dúvida? Pergunta que responderei o mais breve possível. Espero que tenham gostado deste post e que o mesmo tenha ajudado no seu planejamento de viagem. Se gostaram, deixem um like e não esqueçam de se inscrever no blog para ficar por dentro do meu universo. Um beijo cheio de boas energias e até o próximo post…

Desodorante em stick Secret

IMG_2727

Oi gente, olha eu aqui de novo! Sabe uma coisa que me tira muito do sério? Mau cheiro. Eu tenho o olfato muito apurado e para “melhorar” a questão do olfato apurado sou asmática, ou seja, cheiro para mim PODE ser um grande problema, apesar de adorar me sentir perfumada. Por isso, desde sempre tive muito cuidado ao escolher qualquer produto com relação ao cheiro. Mas o mau cheiro…sinceramente esse me deixa muito irritada, enjoada e horrorizada, afinal de contas um banho é sempre bem-vindo! Então hoje resolvi falar um pouquinho de uma área bem esquecida do nosso corpo: as axilas; mais precisamente de desodorantes. Vem comigo…

Você já passou por algum aperto ao estar dentro do metrô lotado de manhã e justamente do seu lado surgir aquela criatura que parece que esqueceu de higienizar as axilas? Pois eu já! Mas o que será que acontece que algumas pessoas apresentam um cheiro desagradável nas axilas e outras não? Bem, na verdade o mal odor é causado pelo contato das bactérias (que todos nós temos, é normal) com o suor, que é produzido pelas glândulas sudoríparas apócrinas. Como não tem muita ventilação nas axilas, acaba surgindo aquele cheiro desagradável.

Mas para todo mal há cura. Por isso venho lhes apresentar a minha cura para este problema: desodorante kkk! O desodorante é um produto usado para remover o mau  cheiro no corpo e neste caso das axilas, existem diferentes tipos de desodorantes: roll-on, spray, aerosol, em creme, em cristal e em stick. Cada tipo de desodorante cumpre o mesmo efeito, então a escolha é puramente questão de preferência. Eu já experimentei diferentes tipos e o meu preferido é o stick, na verdade, o desodorante em stick SECRET.

Eu conheci este produto em uma viagem por acaso quando esqueci meu desodorante. Como não fico sem desodorante antitranspirante, tive que comprar um e resolvi comprar o mais baratinho, que na ocasião era o ‘Secret Ph balanced’. Passada a diferença entre o desodorante stick (que foi o que eu comprei) e o roll-on (o que eu esqueci) minha vida mudou para melhor!

desodorante

Primeiro que o desodorante em stick é muito mais prático e neste caso do Secret, não mancha as minhas roupas, o que acontecia com o roll-on. Além disso, ele tem o toque seco na pele e você se sente livre da sensação de “gloss nas axilas” que o roll-on me dava. Outra questão que me deixou bem contente foi o cheiro: gostoso na medida, mas sem interferir no seu perfume e sem dar dor de cabeça, já que o cheiro é bem suave. Existem diferentes fragrâncias deste stick da Secret no mercado, as minhas preferidas são “clean lavander” e “tropical orchid”, mas se você preferir também tem a opção dele sem cheiro. E se você está curiosa para saber se ele realmente funciona, posso dizer que comigo ele funcionou MUITO bem sem deixar o cheiro “vencer”. Ou seja, ele é bom e baratinho. A única coisa ruim é que ele não vende aqui no Brasil, só se uma amiga, conhecida ou parente estiver de viagem marcada para os EUA e trouxer para você. Mas se quiser testar o  modelo em stick de outras marcas dá para comprar aqui no Brasil.

E vocês? Já conheciam este produto? Qual o produto que vocês usam para conter o cheiro das axilas? Contem aqui nos comentários. Se você gostou deste post, deixe um like e não se esqueça de se inscrever no blog para ficar por dentro das novidades do Divahgando. Um beijo grande cheio de perfume para todos vocês…

Já está chegando o Natal…

natal37

Gente, este ano está voando tão rápido quanto a velocidade da luz! O carnaval mal acabou, eu pisquei e já é Natal na Leader magazine kkk! Mas apesar do ano estar acabando, esta época é sempre cheia de encontros festivos, rodeado de boa comida, a decoração é a minha favorita do ano inteiro (eu amo Natal) e o mais importante de tudo: o Natal é época de agradecer pela vida, por quem amamos e por tudo que nos aconteceu neste ano, já que para os cristãos é o aniversário de Cristo. Então como o Natal já está batendo à porta…resolvi te ajudar nas inspirações decorativas. Vambora???

Todo ano minha casa vira “A casa do Papai-Noel”, pois eu gosto de mergulhar de cabeça nas festas natalinas e decoro toda a casa. Minha árvore será montada em breve e como eu já estou neste clima…te convido a entrar comigo com algumas inspirações que deixarão seu cantinho muito mais charmoso.

Eu adoro as decorações natalinas nas cores vermelha, dourada, verde e branca, mas também fica muito bacana quando apostamos no colorido, principalmente para quem tem crianças em casa. Acredito que a decoração fica mais charmosa quando fica a nossa cara, algo bem pessoal. Mas se você é do time que gosta do luxo, esta época é propícia: imagina decorar toda a casa com dourado e alguns toques de cristal?

Já para os mais tímidos, tudo pode melhorar com as guirlandas que enfeitam na medida e deixam a entrada da casa muito mais convidativa. Acho que já perceberam o meu amor por guirlandas, não é mesmo? kkk Mas se você estiver no clima, coloque outros artigos pela casa, tudo o que lembre o Natal; e nem importa se aqui no Brasil não neva nesta data, para mim a neve sempre dá um toque “natalino”!

Outros personagens sempre entram na decoração: o boneco de neve, o Papai-Noel, a Rena, os Quebra-nozes e até alguns duendes,  contando que fique harmônico. E olha, eu gosto muito de presépio e também de arrumar a mesa para que tudo fique impecável para receber meus convidados.

natal43

Mas para deixar a sua mesa natalina elegante e ao mesmo tempo funcional lembre-se que arranjos muito altos impedem os convidados de conversar já que o mesmo bloqueia a visão, então mantenha arranjos ou artigos mais baixos na mesa da ceia e deixe os mais altos para outros cantos da casa.

natal42

Para deixar tudo mais “natalino” os detalhes fazem toda a diferença! Abuse das fitas, dos raminhos de folhagem, aproveite as rolhas que sobraram das antigas garrafas de vinho e monte um lindo arranjo para identificar os convidados nas mesas. Use suas melhores louças e coloque sua criatividade para fora: ouse!

E se você se animar, estenda a decoração para as comidinhas também. As crianças adoram comer quando a comida “conversa”com elas. Enfeite com frutas seus pratos preferidos e dê um toque seu em tudo colocando fotos no meio da decoração. As pessoas sempre gostam de fotos, porque puxam da memória afetiva toda a experiência que passaram na foto; sem contar que fica um charme.

Bem gente linda, estas foram algumas inspirações que decidi mostrar para vocês, mas prometo que volto com mais inspirações de Árvores de Natal e muito mais! E vocês? Já sabem como vai ser a decoração de Natal? Contem nos comentários, vou adorar saber! Espero que tenham gostado deste post, e se gostaram deixem um like e lembrem-se de se inscrever no blog para ler em primeira mão tudo o que rola por aqui. Um beijo grande e até breve…

Vamos viver mais com menos…

blog2Oi gente linda e cheia de brasilidade, como vão todos vocês? Sejamos positivos e vamos pensar em abundância que coisas boas sempre chegam até nós, não é mesmo?!? Pois hoje é mais ou menos por aí que vamos ficar. Vocês já pararam para pensar na quantidade de informação que recebemos todos os dias? Seja no rádio, na TV, pelas redes sociais, pelos jornais, pelos anúncios impressos que permeiam nosso caminho durante a jornada de trabalho…Gente, é muita informação! É muita mensagem nas entrelinhas, muita propaganda estilo “compre aquilo que você necessita mas que na verdade não te servirá de nada, mas mesmo assim compre”, muita gente se exibindo de forma desnecessária, muita informação negativa, algumas sinceramente me pergunto por quê foram repassadas adiante; mas apesar de sermos engolidos por uma enxurrada de informação, o conteúdo desta informação é em sua maioria inútil ou pouco funcional.

Será que para ser feliz eu preciso realmente ser uma pessoa de posses: ter o carro do ano, a “bolsa-tendência-do-momento”, me vestir como uma vitrine de grife, ter o cabelo que 99% da sociedade brasileira  dos “bem-sucedidos” têm, ser CEO de alguma empresa multimilionária e postar fotos das férias de verão passadas na Europa? Será mesmo? Quando foi que nos ensinaram que para ser feliz precisamos TER e não SER? blog3

Nascemos sem absolutamente NADA, apenas uma vontade imensa de aprender e ir adiante e assim aprendemos a andar, falar e a fazer tudo com a ajuda daqueles que nos amam. Com o tempo aprendemos o sentido das coisas, o valor das pessoas e a agradecer por tudo o que nos foi dado. Mas acontece que no meio deste caminho de aprendizado, às vezes nos deixamos contaminar por mensagens com conteúdos totalmente superficiais e que desvalorizam o sentido do que realmente importa na nossa vida. Então ao contrário de reclamarmos que não temos o carro do ano, agradeçamos às pernas que nos levam para onde quisermos; ao invés de desperdiçarmos nosso dinheiro com artigos que trarão apenas uma satisfação momentânea, façamos algo produtivo para alguém que pouco ou nada tem, seja um pão, um abraço ou uma palavra de conforto, porque este tipo de satisfação será muito mais plena do que a outra; ao invés de perdermos nosso tempo nos contaminando com mensagens negativas, sejamos simples ao ponto de enxergarmos a beleza e a bondade no meio do caos, porque sempre há luz na escuridão, o problema é a nossa cegueira seletiva.

blog4

Não cabe a mim julgar o certo e o errado nas coisas e nas pessoas, afinal de contas eu também erro, mas o que quero dizer é que a vida de uma forma mais simples é muito mais leve! A simplicidade é saber enxergar o valor das coisas, das pessoas e do tempo; é perceber que estar na companhia das pessoas que amamos vale muito mais que aquela bolsa que você tanto sonha, porque a bolsa não estará lá para te ouvir quando precisar de ajuda, nem vai gargalhar com você dos momentos triviais do dia a dia. O que é mais importante na sua vida: um relógio ou o tempo? De que adianta TER o relógio se já não tivermos mais TEMPO para aproveitar a vida? Saibamos valorizar o que realmente importa.

Claro que conforto é sempre bom, mas devemos ter cuidado para não nos tornarmos escravos de um estilo de vida que não é o nosso. Acredito que este tipo de comportamento um tanto “superficial” é o resultado do tipo de informação que recebemos diariamente e da forma que processamos esta informação. Já perceberam a quantidade de anúncios que nos fazem querer comprar algo que não precisamos mas que achamos que precisamos porque “todo mundo tem e eu preciso ter também”, seja isso um celular, um batom, uma viagem ou um livro? Temos que aprender a selecionar esse tipo de informação e dizer a nós mesmos:”eu não preciso disso para ser feliz”. Para alguém que trabalha com a Imagem pessoal e com o universo da moda, isso não é nada fácil, mas tento me manter centrada em valorizar a “essência” e não a “embalagem”.

blog1

Acho que este post ficou um tanto “reflexivo” rs; mas tive vontade de escrevê-lo porque neste universo das redes sociais onde todo mundo é muito feliz e onde tudo gira em torno do TER senti necessidade de fazê-los pensar no verdadeiro sentido das coisas. Afinal de contas, não precisamos TER nada para sermos felizes, precisamos apenas SER e saber agradecer todos os momentos que nos fazem rir, chorar e aprender cada vez mais. Precisamos ser mais nós mesmos, viver nossa própria vida, sermos felizes com o corpo que temos, rir das nossas próprias piadas, aprender com nossos próprios erros e valorizar mais as pessoas e não “coisas”, porque a vida é para ser vivida e não ensaiada ou fotografada tal qual um editorial de moda ou o feed da nossa rede social. Gente…ser feliz é simples, nós é que complicamos a vida tentando ser o que não somos. Então sejamos mais leves e libertemo-nos de tudo àquilo que não é necessário ou que nos faz sofrer.  Vamos viver mais com menos! Você vem comigo????

Espero que tenha feito você refletir um pouquinho e que tenha ajudado-o a abrir os olhos para as coisas mais simples da vida. Se você gostou deste post, deixe um like e não esqueça de se inscrever no blog para ficar por dentro de tudo o que acontece por aqui. Uma ótima semana e até o próximo post…

Café da manhã com o Mickey

Oi gente linda deste mundo Divahgando, tudo bem? Eu sei que estou um pouco (bastante na verdade kkk) atrasada neste post, mas eu prometi que iria deixar algumas dicas sobre as coisas mais legais que fiz em minha viagem à Disney, então…vim cumprir mesmo que em atraso! Hoje vim contar para vocês sobre outro ponto alto da minha viagem e que sempre foi um sonho (eu AMO tudo da Disney): o café da manhã com o Mickey e toda a sua turma! Me acompanhem…

Já contei aqui no blog milhões de vezes que eu amo o mundo encantado Disney e tudo relacionado à Disney e obviamente, quando decidi que iria passar meu aniversário por lá (há 5 anos atrás) eu resolvi mergulhar de cabeça na magia e me planejar muito, porque eu queria tudo: abraçar o Mickey, jantar com as princesas, tomar café com o Mickey…Enfim, tudo mesmo! Mas certas coisas exigem um bom planejamento e foi exatamente esse o caso do café da manhã com o Mickey no restaurante Chef Mickey’s no Contemporary Resort, próximo do Magic Kingdom. Eu comecei a acompanhar a agenda do Chef Mickey’s no site da Walt Disney world quase um ano antes da viagem, mas claro que ainda não estava aberta a agenda para a data em que eu estaria lá. Mas eis que em novembro de 2016 eu consegui marcar o meu tão sonhado café da manhã; só tinha um detalhe: nesta data eu estaria em Miami! MEODEOS!!! Mudei toda a ordem da viagem para conseguir encaixá-lo, até porque só consegui uma única data e no horário das 07:30 da manhã, então eu não tive outra alternativa…era isso ou era nada!

Quando o grande dia chegou eu estava tal qual criança em loja de doces: com um sorriso de orelha a orelha e saltitando de alegria! Chegando na área do Contemporary Hotel (aquele onde o monorail passa por dentro quando estamos a caminho do Magic Kingdom), é só você dar o nome da sua reserva do café da manhã para entrar e estacionar seu carro na área de visitantes sem pagar nada por isso. Ao chegar à recepção diga que tem uma reserva no Chef Mickey’s e eles te encaminharão ao 4º andar onde fica o restaurante, a lojinha e onde a magia acontece. Tudo ali é lindo e apesar de ser um dos hotéis mais caros da Disney, não achei o ambiente luxuoso, aliás achei bem colorido, informal e agradável.

Uma vez por lá, antes de entrar no restaurante tire a famosa foto com a estátua do Mickey, porque fica uma graça kkk. E assim que for acomodada em sua mesa, é só se servir! Perceba que fica sempre um atendente/garçon à sua disposição não só para lhe servir as bebidas como também para te ajudar com as fotos. Todos os funcionários são muito solícitos e educados; eu adorei o atendimento!

Quanto à comida, trata-se de um café da manhã buffet, então você terá MUITAS opções de comida, algumas mais saudáveis, outras nem tanto rs mas tudo bem gostoso. Nós brasileiros não estamos muito acostumados a comer salsicha, ovos fritos, bacon e coisas muito gordurosas no café da manha, mas acho que vale tentar, afinal você já pagou (e muito) pela experiência, então deixe-se levar por ela. Eu fiz isso e apesar de não comer o bacon, me arrisquei nos ovos com presunto e queijo e estavam deliciosos, assim como os lindos waffles com carinha de Mickey que comi com chantilly e morangos super suculentos: hummmm! Tudo muito diet, claro! Obviamente, que cai de boca nos muffins de blueberries (mirtilo) que eu adoro e depois disso…começaram a entrar os personagens!

Gente, que emoção! Antes da entrada, começa a tocar uma música e todos pegam os guardanapos de pano de suas mesas e ficam girando para a entrada do Mickey, o dono da festa. Por lá estavam: Mickey, Minnie, Pluto, Pateta, Donald e Margarida e eles vão entrando um por vez e vão de mesa em mesa falar com as pessoas e tirar fotos. Vale citar que o Mickey, o Donald e o Pateta estão vestidos de cozinheiro, o que para mim ficou ainda mais fofo.

Outra fofura foi ver a reação das crianças quando vêem o Mickey ao vivo, elas ficam extasiadas e algumas meio ressabiadas sem acreditar muito no que estão vendo, mas todas gostaram da experiência porque ninguém ficou com medo ou chorou. O Mickey chegou a ensinar uma menininha a dar a comida ao cachorro de pelúcia dela (a menina devia ter uns 3 aninhos) e ela ficou tão feliz que deu aquele abraço nele…foi lindo. Eu ainda não sou mãe e sempre achei que crianças muito pequenas não fossem aproveitar muito este tipo de experiência, mas ao ver todas aquelas crianças interagindo e curtindo o momento, mudei completamente de ideia! Indico e muito para os pais que tiverem condição adicionar este café da manhã na viagem porque vale a pena sim! Eu fiquei muito emocionada com a reação das crianças e também por ter realizado mais um sonho de criança de conhecer o Mickey e toda a sua turma. Chorei e tudo…

Nem preciso dizer que comi muito, curti muito e tirei fotos com todos os personagens! Eu me senti criança outra vez e isso é muito bom! Depois que pagamos a conta, decidimos dar uma volta pela lojinha que fica no mesmo andar do Chef Mickey’s e olha…é gigante! A loja é linda, cheia de lembrancinhas e enfeites dos personagens, mas lembrem-se que o preço não é nada mágico, viu!!! Aliás, estas lojinhas são de levar qualquer pessoa a falência rapidamente, porque só para se ter uma ideia, um simples enfeite de natal custa U$25,00 dólares, UAU. Mas foquem no café da manhã. Dei adeus ao Chef Mickey’s com a certeza de que voltarei seja sozinha ou com meu filho(a)!

E vocês, já foram em algum restaurante da Disney? Já conheciam este café da manhã com os personagens? Contem nos comentários o que acharam ou deixem suas dicas; eu adoro as dicas de vocês. Aproveitem e inscrevam-se no blog para ler em primeira mão os posts e se gostaram deste post, deixem um like, por favor! Espero que os tenha ajudado com este post. Um beijo enorme e uma semana cheia de magia…

 

Chef Mickey’s

Local: 4600 World Drive, Orlando, FL 32830 (Contemporary Resort)