Relax mode on

img_3212

Sabe aqueles dias em que tudo o que você quer da sua vida é relaxar? Pois é, eu sei! Pensando nisso resolvi fugir do caos urbano para me entregar de corpo e alma à um lugar que sempre me convida ao descanso e aos prazeres da vida e claro, curtir um clima romântico a dois. Mas onde fica este paraíso na Terra? Simples, este paraíso chama-se PENEDO!

Na verdade, Penedo é um distrito e também parque ecológico do município de Itatiaia e localiza-se na região sul do Rio de Janeiro. Por ser de fácil acesso (chegamos de carro seguindo a Rodovia Presidente Dutra e o Arco Metropolitano), é uma ótima opção para relaxar em um fim de semana e além disso a cidade é uma colônia finlandesa (o que pode ser notado em sua cultura, arquitetura e alguns costumes locais) com atmosfera agradável, inúmeros passeios ao ar livre e uma oferta gastronômica de deixar qualquer um babando.

Nosso objetivo era descansar e por isso, a escolha da hospedagem fez toda a diferença. Queríamos um local com conforto, que fosse romântico, próximo da “casa do Papai-Noel” (um mini shopping no centro de Penedo) e dos restaurantes, mas longe o suficiente do barulho. De preferência um local com tranquilidade e cercado pela natureza, pois eu queria acordar com o canto dos pássaros e não com barulho de buzinas. E eis que eu encontro tudo àquilo que eu queria em um só lugar: na Pousada Villa Luna.

img_3303

A Pousada, apesar de ser bem próxima do centro, fica longe o suficiente do agito dos restaurantes, ou seja, a uma curta caminha da cena gastronômica de Penedo, mas em um local muito tranquilo para relaxar. Como queríamos conforto, escolhemos ficar em um bangalô. Mas confesso que não esperava um lugar tão fofo assim! A Pousada é cercada por árvores, laguinhos, tem uma piscina para os hóspedes, spa (massagens mediante solicitação), vários espaços para descanso e contemplação da natureza, preço justo, um café da manhã MARAVILHOSO, funcionários educados e muito simpáticos e uma pizzaria dentro da pousada com forno a lenha…tudo não é mesmo?

O quarto do bangalô em que nos hospedamos (bangalô 14), era bem espaçoso, com uma cama muito confortável, lareira, banheira de hidromassagem, TV com canais pagos e uma maquina de café Senseo. Toda a decoração era um convite ao relaxamento e o canto dos pássaros era ouvido em toda a pousada.

A Pousada possui um ambiente para relaxar (Spa), mas não funciona 24h por dia, ou seja, as massagens precisam ser agendadas e por isso é necessário uma certa antecedência, já que dependerá da agenda da massagista. Eu fiz uma massagem relaxante e achei muito boa. Nem preciso dizer que dormi e só acordei quando a massagista me chamou né? kkk Aliás, para agendar uma massagem é só você solicitar ao Lucas que ele prontamente confere a disponibilidade da agenda. Ressalto que a massagem é cobrada a parte do valor da diária e só aceitam dinheiro em espécie (Penedo não tem muitos caixas eletrônicos, então é bom você levar dinheiro em espécie, pois o único caixa que eu encontrei ficava no posto de gasolina Esquilo,  na entrada da cidade).

O café da manhã  é bem farto com alguns itens preparados na própria pousada. Imagina encontrar pudim de leite condensado, queijadinha, cuca de banana, bolos, pães caseiros, iogurtes, pães de queijo, sucos, cereais, frutas e os ovos mexidos (são feitos na hora e vêm em uma petite casserole estilo “Le Creuset”; fofura master) no seu café da manhã!?! Nada mal. E o atendimento do funcionário Lucas é de uma cortesia e educação que não vi em nenhum outro lugar.

Mas o ponto alto mesmo do café da manhã não são as comidas, é a vista! Imagina curtir o seu lindo café matinal assistindo os pássaros se alimentando com as frutas no jardim e ouvindo o seu cantarolar? Queria acordar assim todos os dias!

Estando em Penedo, você pode curtir a região do Alto Penedo ou o centro mesmo. No Alto Penedo (parte mais alta de Penedo), encontra-se a Cachoeira de Deus e os passeios de quadriciclo também visitam esta cachoeira, já que ela fica em uma área de difícil acesso. Há também um rio, o Rio das Pedras (que nasce no Pico das Agulhas Negras) que desce cortando todo o vale de Penedo, formando em seu curso pequenos lagos naturais e cachoeiras de pequeno e médio porte. Ao todo são 4 cachoeiras: Cachoeira de Deus, Três Cachoeiras, Três Bacias e a Cachoeira do Tangará; todas com águas límpidas e beeeeeem frias, mas dá para arriscar um mergulho. Você pode também passear a cavalo, fazer trilha, visitar o museu finlandês que conta toda a história da colonização de Penedo pelos finlandeses, curtir um tradicional baile finlandês (que acontece no primeiro sábado do mês e nos feriados e datas especiais), contemplar a fauna e a flora locais ou visitar o orquidário Orquídeas Penedo, localizado no bairro Jardim Martinelli com diversos tipos de orquídeas, cada uma mais bonita que a outra.

Nós, além de aproveitarmos a pousada, caminhamos pela cidade, descansamos ao som das cachoeiras que percorrem Penedo e nos rendemos aos prazeres da boa mesa. E olha…Penedo te conquista também pela boca! Mas isso contarei em outro post. Enfim, um fim de semana de relaxamento, respirando ar puro, ouvindo o som dos pássaros, curtindo o romantismo da cidade em boa companhia com direito a massagem relaxante e refeições deliciosas. Inesquecível!

Se você gostou deste post, deixe seu comentário, sua dica, sugestão ou até mesmo sua crítica. Não esqueça também de inscrever seu email para receber em primeira mão as novidades do blog. Um beijo e ótimo fim de semana!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s