Cusco é tudo de bom!

Bom dia gente linda!!!! E as dicas de viagem ao Peru ainda não acabaram! Hoje vim contar um pouquinho sobre minhas primeiras impressões e dicas básicas em Cusco, mas já adianto que Cusco é uma fofura nível master e talvez seja a cidade mais colorida e “pinterística” que eu já visitei. Quer saber sobre tudo? Então me segue que vou contar…

Para começar, nós chegamos à Cusco de avião vindo de Lima (já dei dicas de Lima em outro post) e fomos recepcionados no aeroporto pela equipe do Viagens Machu Picchu que nos levou até nosso hotel, o Anden Inca que fica na Calle Saphy e já fomos tomando o famoso chá de coca para a aclimatação já que Cusco fica MUITO acima do nível do mar.

Eu não gostei do chá de coca, achei-o muito amargo, mas como não passei muito mal, confesso que desisti do tal chazinho. Mas se você passar muito mal por causa do soroche (o mal de altitude) aconselho experimentar as bombinhas de oxigênio que são vendidas em quase todas as farmácias em Cusco ou até mesmo no seu hotel, além de se hidratar muito.

Cusco

Voltando ao Hotel…O Hotel é bem aconchegante, com detalhes bem legais na decoração do hall de entrada, mas já aviso: é cheio de escadas e isso pode ser um problema para quem está sofrendo do soroche. Outro ponto que deve ser levado em conta é que ele fica em uma rua de ladeira e fica um pouco afastado da praça principal (cerca de 2 quadras), e como você certamente vai cansar mais rápido por causa da altitude, subir 2 quadras pode ser sim uma questão a se levar em conta na hora de escolher o hotel.

O quarto era confortável, com aquecedor portátil, uma cama grande mas…com travesseiros desconfortáveis: ou muito altos e duros como pedra, ou muito baixos. Outro detalhe importante: não tem frigobar no quarto e me parece que isso é comum nos hotéis em Cusco. O hotel oferece café da manhã mas não espere muito dele porque pode decepcionar; mas como o hotel só serviria para dormir, até que levamos numa boa. Ou seja, se puder ficar em um lugar mais próximo da Plaza de armas e mais aconchegante, acho que será uma boa escolha!

O recomendável no primeiro dia de Cusco é que você descanse um pouco justamente por causa da altitude e foi exatamente isso que NÃO fizemos kkk. Fomos passear pela cidade e ficamos encantados com tudo! Cada cantinho mais pitoresco que o outro e as pessoas são muito simples e educadas.

As crianças brincando nas pracinhas, muitos cachorros nas ruas, muito artesanato, muitos turistas mas todos felizes e convivendo na maior paz. Nós precisamos fazer câmbio de moeda e fizemos na loja Super Cambio que fica localizada na Avenida Sol, a principal Avenida daquele centrinho. Atente-se que o câmbio em Lima é mais favorável que em Cusco, então prefira trocar seu dinheiro em Lima.

Cusco é tão interessante que flanar por suas ruelas e becos é um programa e tanto! É uma explosão de cores em cada canto e fica até difícil dizer qual o cantinho mais interessante da cidade. Nestas andança, aproveite para experimentar a gastronomia local (falarei mais em outro post), mas ande, porque seus olhos ficarão extasiados com tamanha beleza.  Dá para fazer muita coisa a pé em Cusco, mas os sítios arqueológicos já ficam mais distantes e não dão para ir a pé, ou seja, só de transporte feito por alguma empresa. Caso você esteja por sua conta existem muitas empresas que fazem estes passeios e você as encontra na Plaza de Armas e no seu entorno, é só escolher a de sua preferência. Se preferir, pode visitar os vários museus da cidade.

Se por acaso estiver procurando por internet wi-fi em Cusco saiba que até tem, mas não espere encontrá-la em todos os cantos ou estabelecimentos. Na dúvida, entre no Starbucks da Plaza principal e compre algo para poder ter a senha de acesso à internet wi-fi, ou…compre um chip de telefonia peruano para poder usar internet no país. O chip você encontra no mesmo local da casa de câmbio: na Avenida Sol, aliás você encontrará tudo nesta Avenida, mas em Lima,o valor do chip é mais barato. Lembre-se também que o chip de telefonia móvel só funcionará se o seu celular for desbloqueado.

Caso você decida fazer um passeio mais “nativo”, um lugar muito bacana para visitar ou mesmo ver como funciona o dia a dia dos locais, é visitar o Mercado São Pedro, que fica a uma curta caminhada de uns 20 minutos da Plaza de Armas. Neste Mercado você encontrará muitas opções de alimentação (que eu não me arrisquei a comer) bem em conta e verá como funciona a base da alimentação em Cusco com muitos milhos, frutas, inúmeros tipos de batatas, algumas um tanto curiosas; pães enormes que os viajantes levavam em suas viagens pelo país assim como poucos itens de artesanato e tecidos. Só tomem cuidado porque você não está na Disney então tenha cuidado com seus pertences e para àqueles que adoram tirar foto de tudo…muitos trabalhadores locais não gostam e reclamam muito, então evite problemas e seja discreto com as fotos.

Uma vez no Mercado, eu super recomendo comprar algumas frutas e provar sabores que não encontramos aqui no nosso país, eu provei a grenadilla e achei uma delícia. Para os amantes do café como eu, indico o café “Cholita” que seria o nosso “Pilão” no Peru pois é muito saboroso. Se a sua praia for a gastronomia aqui é uma parada obrigatória com muitos temperos e opções diferentes de chás, inclusive o chá de maca, muito conhecido no Peru. Só atentem-se para o tipo de embalagem que estes itens vem, pois não se pode entrar no Brasil com alguns produtos se a sua embalagem não for a vácuo. E lembrando sempre: você até pode comprar folhas de coca para mascar durante sua viagem, mas nem pense em trazer para o Brasil: são proibidas! Evite problemas com a polícia e a alfândega.

Em Cusco é tudo muito colorido, então já dá para imaginar o artesanato local…um deslumbre! Eu gosto muito de cores na decoração e fiquei apaixonada pelos tecidos, toalhas de mesa, capas de almofadas e afins, mas uma boa dica aqui é pechinchar! NUNCA compre na primeira loja que visitar e nunca aceite o primeiro preço. Eu sei que pode parecer falta de apreço pelo trabalho manual alheio mas é prática comum pechinchar então eles colocam o preço bem alto porque sabem que será negociado. Para quem gosta de artesanato, o local onde encontrei o melhor preço foi o Centro Artesanal,  um mercado de artesanato local localizado na Avenida Sol. Este mercado fica há uns 25 minutos de caminhada da Plaza de Armas e lá você encontra todo tipo de artesanato (roupas, sapatos, brincos, bibelôs, artigos decorativos para casa, quadros, espelhos e itens de pele de animais) reunido em um só local. Mas a regra da pechincha continua a mesma aqui viu! Eu comprei capas de sofás e toalhas de mesa bem mais em conta do que nas lojinhas em torno da Plaza de Armas, então vale a caminhada!

E vocês, já conheciam Cusco? Contem aqui nos comentários o que acharam da cidade ou compartilhem suas dicas, é sempre bom trocar informações de viagens. Quer mais dicas ou ficou com dúvida? Pergunta que responderei o mais breve possível. Espero que tenham gostado deste post e que o mesmo tenha ajudado no seu planejamento de viagem. Se gostaram, deixem um like e não esqueçam de se inscrever no blog para ficar por dentro do meu universo. Um beijo cheio de boas energias e até o próximo post…