Epcot: uma viagem ao mundo e ao futuro

 

epcot

Não é novidade para ninguém que AMO o universo Disney, assim como não foi surpresa alguma ter gostado desta viagem ã Orlando; afinal, Orlando sem Disney, para mim, nunca fez muito sentido! Mas quem pensa que a Disney é só para crianças está redondamente enganado e deveria rever seus conceitos com urgência! Gente…A Disney é tudo de bom e não importa a idade que você tenha, certamente você vai gostar dos parques, mas o que você precisa entender é que alguns parques são bem definidos em matéria de tema. Assim acontece com o Epcot. Vamos entender…

IMG_6051

O Epcot, que quer dizer “Experimental Prototype Community Of Tomorrow = protótipo experimental da comunidade do amanhã”, é o segundo parque entre os 4 da Disney e foi inaugurado em 1982. O símbolo mais famoso do Epcot é aquela gigantesca bola, ou…esfera geodésica conhecida como “Spaceship Earth”, que abriga uma das minhas atrações preferidas dentro do parque.

Mas o Epcot, como mencionei acima, é um parque bem definido: a ideia inicial do Walt Disney era criar uma comunidade futurística onde tudo estaria em constante evolução fazendo uso de tecnologias de ponta e onde vários povos pudessem conviver entre si. Acontece que quando o Walt Disney faleceu, esta ideia foi deixada de lado e deu lugar ao que hoje conhecemos do Epcot, um parque futurista com a proposta de união entre os diversos povos. Por causa destas duas propostas, o Epcot é dividido em duas áreas principais: o “World Showcase”, onde ficam diversos pavilhões de nações distintas e a área futurística que  fica localizada no “Future World”.

A entrada principal do parque dá-se pela área do Future World, onde fica a esfera super famosa do Epcot. Dentro do Future World você encontra diferentes atrações a serem visitadas como a Spaceship Earth, onde fica o brinquedo de mesmo nome que conta a história da evolução do mundo tecnológico desde os primórdios até os dias atuais e é super bem feito, contando com total interatividade entre a atração e as pessoas que decidem visitar o local; tem até uma historinha sobre o seu futuro e os bonequinhos saem com a sua cara e são enviados por e-mail no final da atração, o que eu achei o máximo!Há também a atração Mission Space onde uma missão espacial é reproduzida e pode ser visitada de forma radical e de forma mais “leve”, sem causar muito enjôo rs.

Tem a área das aventuras marinhas onde você encontra um aquário gigantesco e LINDO de viver e onde também fica a atração de Nemo:”The Seas with Nemo & Friends” que conta com um restaurante temático também onde eu já contei em um post anterior. Há ainda o simulador Soarin’ que é simplesmente SENSACIONAL onde você faz um verdadeiro passeio sobrevoando as maravilhas do mundo com direito às Cataratas do Iguaçú que dá vontade de voltar toda hora de tão boa que é esta atração, mas as filas são grandes, viu.

epcot
Área de diversas atrações como o Soarin’

Para quem gosta de carros, há a atração Test Track onde você dirige um carro por uma pista bem bacana. É divertida esta atração, mas pelo menos para mim, foi difícil controlar o carro nas curvas kkk! Mas se você prefere um passeio mais calmo, que tal o “Living with the land”? Um passeio de barco super calmo e explicativo sobre as estufas e as sementes dentro da Disney onde eles reproduzem diferentes ecossistemas durante todo o percurso. Para quem gosta de plantas como eu foi bem legal! E para quem não quer entrar em roubada, fuja da atração “Journey into imagination with Figment” que eu fui achando que era algo legal porque a fila estava enorme (então calculei que seria bom por isso…tsc tcs tsc), mas trata-se de uma atração MUITO entediante que sinceramente não tem motivo para tanta fila. Só vá se estiver com crianças BEM pequenas, porque faz uma viagem aos 5 sentidos mas de uma forma bem bobinha. Eu não curti…

Já na área “World Showcase” a ideia é fazer um passeio por diferentes culturas e povos. Nesta área há pavilhões de 11 países: México (onde há além de lojinhas com artigos bem característicos, tem também um restaurante temático bem bacana); Noruega (onde fica o restaurante Akershus Royal Banquet Hall, que dá para você comer e encontrar alguns personagens, mas só fazendo reserva com MUITA antecedência além de lojinhas super bacanas e muita coisa da Frozen); China (onde as construções tem temática chinesa e você pode assistir um filminho bem bacana sobre a China, além de lojinhas cheias de cacarecos bonitinhos e porcelanas lindas e restaurantes de comida chinesa).

No pavilhão da Alemanha (com uma loja – Karamell-Küche – incrível de caramelos da marca Werther’s tão cheirosos e gostosos que fica até difícil sair de lá sem comprar um; mas atenção, você também encontra estes caramelos no mercado e nas farmácias e muito mais em conta do que dentro da Disney!).

Na Itália (com uma pegada meio “Veneza” e cheia de charme, conta com restaurantes bem bacanas e lojinhas caras, porém bonitas); Estados Unidos (com espaço para shows de música, lojinhas sem muita novidade e uma arquitetura meio sulista).

O pavilhão do Japão (com arquitetura linda, um jardim japonês bem relax, a maior loja de todos os países cheia de cacarecos japoneses com direito até a encontrar uma ostra e retirar a pérola dela, além de alguns restaurantes de comida japonesa, claro!); Marrocos (muito bem retratado, com arquitetura incrível, lojinhas com estilo bem marroquino e restaurantes no mesmo tema; eu me senti dentro do desenho Alladin rs!).

Na França (a área é bem bonitinha e realmente parece que você está na França; há lojinhas incríveis onde você pode comprar de vinho e sabonetes a enfeites do Ratatuille, além de restaurantes e uma sorveteria que vale muito a visita: deliciosa).

IMG_6352

No Reino Unido (com arquitetura muito semelhante e lojinhas de chás e sabonetes que são lindas, mas carinhas! Há também muitos shows de músicos tocando um som bem bacana além de pubs).

No Canadá (área bem fofa, com lojinhas cheias de produtos com a árvore símbolo do país e uma cachoeira fake bem bacana). Vale lembrar que todos os funcionários destes pavilhões são cidadãos do país em que os mesmos trabalham, sendo assim, no pavilhão da França, os funcionários são franceses, mas também falam inglês e isso acontece em todos os pavilhões.

Mas além de tooooooodas as atrações citadas acima ainda há muitas outras coisas rolando dentro do Epcot. Eu fui na época das topiárias, então o parque estava cheio de esculturas feitas de plantas…lindas! E o que também é imperdível é o show de encerramento do parque que acontece na área do World Showcase, no lago em volta dos pavilhões onde fica o globo terrestre e começa a encher assim que a tarde cai. Apesar de não ser tão bonito quanto o do Magic Kingdom, também é bem bacana e vale assistir!

Bem meu povo lindo, estas foram algumas informações e dicas sobre o Epcot e se vocês gostaram, deixem um like/curtida e inscrevam-se no blog para ficar por dentro de tudo o que acontece por aqui. Aproveitem e deixem nos comentários a atração preferida de vocês neste parque, vou adorar ficar por dentro de tudo! Um beijo grande cheio de magia e até o próximo post…

 

Coral Reef Restaurant no Epcot: Amei!

IMG_6282

Que eu gosto de comer já não é segredo para mais ninguém, mas acontece que nem sempre em viagens eu consigo comer bem! Às vezes o dimdim é pouco, outras não consigo encontrar algo que me agrade ou a viagem é corrida e o tempo é curto até para fazer uma refeição com direito a mesa e ambiente juntos, mas hoje vou contar para vocês a minha experiência em um lugar completamente surpreendente e que aconteceu por acaso, mas que já entrou na lista de lugares memoráveis da minha viagem: o Restaurante do Nemo, o Coral Reef, no Epcot. Vem comigo que contarei tudinho…

O Coral Reef é um restaurante dentro do Epcot, especializado em peixes e frutos do mar. Ele fica ao lado da atração The Seas with Nemo and Friends (uma das mais procuradas e fofas do Epcot). Bem no cantinho direito, antes da entrada do brinquedo que você encontra a placa com o nome do Restaurante. Para quem anda sem prestar atenção é fácil perdê-lo de vista, mas para os atentos, como eu…é um lugar imperdível! Eu encontrei o restaurante meio que por acaso, porque ainda não estava com fome, mas logo que entrei no hall de entrada e vi que tratava-se de um restaurante temático, animei-me e decidimos ficar por lá mesmo. Não demorou nem 10 minutos e conseguimos uma mesa bem do lado do aquário que tem no salão: adorei!

O restaurante não é muito grande então acredito que lote facilmente e o legal dali é realmente sentar-se ao lado do aquário, porque você come e ainda observa e admira os peixes e outras criaturas marinhas; mas para quem se senta nas mesas distante do aquário não consegue observar de pertinho toda a vida marinha. Como nos sentamos bem ao lado, pude admirar toda a beleza do local usando o índice de peixes e criaturas marinhas que é oferecido pelo próprio restaurante para os clientes encontrarem dentro do aquário. Este índice fica em cima da mesa e ajuda bastante a  encontrar as espécias dali. Já no quesito comida, nós optamos pela opção de menu do dia que incluía uma entrada, prata principal e uma sobremesa por um valor fixo. Achei que valia mais a pena do que a opção à la carte. Mas na opção do menu do dia, temos apenas 3 opções de cada fase da refeição, então se dentro destas opções nenhuma se adequar ao seu gosto, melhor pedir à la carte mesmo.

No menu do dia eu fui de “salada da casa da estação” (mix de folhas verdes, frutas silvestres frescas, queijo feta e crocante de sementes de girassol com vinagrete de framboesa) que estava uma delícia e vinha lindamente decorado; já o maridex foi de “Tomates tradicionais” (vinagre Sherry, azeite de oliva da Toscana, muçarela fresca e redução de balsâmico com fatias de tomates de diferentes cores) que de acordo com o maridex estavam deliciosos e como não sou boba nem nada, provei e aprovei: estavam deliciosos mesmo para alguém como eu, que não curte tomates rs!

Já como prato principal eu fui de “Macarrão com queijo, bacon e caranguejo” (macarrão conchinha com queijo, croutons de bacon e caranguejo desfiado com aspargos e pimentão de piquillo) que vieram quentinhos com um cheirinho de matar e estavam uma delícia, mas atenção: super apimentados! O maridex foi de “Camarão e grits” (camarão salteado, canjica de milho com queijo cheddar, succotash de milho local, linguiça Andouille e emulsão com especiarias à creole). Este prato estava tão lindo que dava até pena de comê-lo, mas a fome era grande e ele foi degustado com todo o carinho do mundo rs. E deixando bem claro que além de lindo ele era uma delícia e bem apimentado já que levava especiarias à creole, mas era MUITO mais gostoso que o meu macarrão!

Como boa formiga que sou, jamais deixo de degustar a sobremesa em uma refeição! Aqui eu e o marido escolhemos a mesma opção “A onda de chocolate” (bolinho de chocolate quente com recheio de chocolate e servido com sorvete de framboesa). A sobremesa veio decorada com todo o capricho do mundo Disney e detalhe que a minha ainda veio com uma plaquinha fofa me parabenizando pois eu estava com um bottom de “Happy Birthday” preso em minha blusa e a Disney, sempre atenta aos detalhes, não deixou isto passar em branco! Fiquei toda feliz da vida!

IMG_6307

A refeição foi maravilhosa e o ambiente nem se fala, mas acredito que as crianças possam ter mais dificuldade na hora de escolher sua refeição, pois além de não ter muitas opções infantis, achei as opções bem sem graça! Então antes de entrar no restaurante, veja se algo agrada aos seus pequenos, porque não há nada mais desagradável do que chegar em um restaurante, sentar-se e na hora de escolher…nada te apetece!

O valor cobrado foi justo e posso dizer que minha experiência foi sensacional, afinal, não é todo dia que comemos com a companhia de arraias, tubarões, tartarugas marinhas e peixes mil. Eu recomendo muito pela experiência, mas se você não curte frutos do mar ou se suas crianças não gostam de comidas mais elaboradas, prefira outro local para a sua refeição, pois apesar do preço do menu do dia custar um pouco mais de U$40,00 dólares por pessoa sem as bebidas, certamente há outros restaurantes mais baratos dentro do Epcot, porém nenhum deles tem esta vista linda!

Bem gente linda…esta foi minha experiêcia No Coral Reef. E vocês? Já comeram neste restaurante? Contem aqui nos comentários como foi ou deixem um like/curtida caso tenham gostado do post. Aproveitem também para se inscrever no blog e ficar por dentro de todas as dicas e divagações desta pessoa que vos escreve. Quero muito poder contar com o feedback de vocês! Um beijo enorme e uma ótima semana cheia de novas experiências para todos! Até o próximo post…