Praia sossegada em Miami? Sim!

IMG_7456

Olha eu aqui de novo gente linda! Tudo bom com vocês? Verão está bombando, o calor, pelo menos aqui no RJ, chega a fritar o cérebro e o que todos nós queremos – além da chegada do outono (eu AMO o outono kkk) é curtir uma boa praia. Aqui no Brasil nós temos praias lindíssimas para todos os gostos, mas se você por acaso estiver na terra do Tio Sam, ou melhor, em Miami sugiro que dê uma olhada neste post para ver um outro lado de Miami. Vem comigo que explico tudinho…

Brasileiros adoram Miami, mas geralmente esse amor é por causa das compras já que o imposto em Miami é mais barato que em outros estados nos EUA e isso ajuda um pouquinho na hora de comprar; quando não é por causa das compras é por causa do glamour de South Beach, em Miami que ferve com suas night clubs nos fins de semana. Mas e se você for adepta do estilo “low profile”, ou seja, e se você não quiser badalação e sim relaxar? Como faz? Simples: fuja de South Beach, onde os preços são astronômicos tal qual a conta bancária das celebridades e prefira North Beach, onde a vida “normal” acontece e os preços são mais compreensíveis. Ah….já falei que em North Beach você consegue relaxar? Sim é possível! kkk

Nós chegamos a Miami de carro em uma sexta-feira e para meu espanto, praticamente NADA ficava aberto depois das 22:00h em North Beach. Quase não conseguimos comer por causa do horário. Mas depois de uma ótima noite de sono, fomos agraciados com um dia LINDO de sol. E por que não conhecer a praia na parte mais ao norte? #partiupraia

Antes de contar sobre a praia, vale lembrar que TODOS os hotéis em Miami cobram bem caro pelo empréstimo de toalhas para se usar na praia, então, se estiver pensando em ir à praia, traga sua própria toalha/canga do Brasil. Mas voltando à praia, fomos sem esperar muita coisa e tivemos uma grata surpresa: North beach é linda gente!!! Chegamos bem cedinho e já na “entrada” você percebe uma grande passarela que contorna TODA a extensão da areia tal qual um deck de madeira com uma vasta vegetação praiana (eu não sei explicar o tipo de planta, mas era bem bacana o efeito de túnel que dava). A praia se revela após esta passarela, com uma faixa de areia beeeeeem extensa e lá ao fundo…o mar. E que mar minha gente!

A água é cristalina, o mar super calmo e cheio de conchinhas. ADOREI!!! Sabe aquela praia em que você consegue entrar sem levar um caixote logo que entra? Pois é assim em North Beach. Eu não sei vocês, mas por acaso, não sei nadar direito então não curto praias com ondas muito fortes, mas esta em questão era o paraíso na Terra! Dá para deixar as crianças brincando no mar sem problemas. E acho que foi isso que aconteceu: a criança que há em mim simplesmente amou a praia e não saiu do mar. Cheguei de manhã e só saímos às 17h. UAU!

Mas e como funciona a areia da praia? Bem, como você já deve ter visto em seriados americanos, existe aquele tipo de quiosque/casinha (não sei o nome ao certo) do salva-vidas e próximo destes quiosques, ficam algumas (poucas) barracas que vendem bebidas e alugam as cadeiras e o guarda-sol. Tudo é pago aqui. Como o nosso hotel ficava na quadra da praia, ele dava direito a 2 cadeiras, mas o guarda-sol nós pagamos por fora. Naquela ocasião foi quase U$15,00 dólares pelo período, mas valeu a pena porque estava bem ensolarado e ficamos muito tempo na praia; mas nada o impede de levar a sua canga e se sentar no chão, um pouco afastado de onde ficam as cadeiras e espreguiçadeiras dos hotéis.

Se você pensa que a praia por ali é como no RJ em que milhares de ambulantes passam vendendo coco, bebida e comida…Esqueça! Não passa ninguém vendendo nada, aliás para dizer a verdade passou um ambulante vendendo…água de coco. Achei curioso e perguntei logo, daí descobri que era um brasileiro de MG vendendo coco a U$5,00 dólares. Ui! Portanto, outra dica aqui é: leve algo para comer e beber caso não queira gastar muito e se quiser beber um drink na praia, não esqueça do seu documento porque nos EUA só depois de apresentar o documento é que você pode comprar bebida alcoólica.

Mas a falta de bebida e comida é compensada em…conchas kkk! A praia é cheia de conchas e pedras que ficam dentro da água e chega até a ser uma terapia catar as conchinhas na areia do mar. Me senti no mar caribenho com a cor daquela água! Gente…não dá nem para explicar! E na ocasião, como sabiam que era meu aniversário (bricadeirinha) fomos surpreendidos  por um show de caças americanos na praia fazendo altas manobras. Depois de um relax total durante a manhã, tivemos o momento radical com os caças. Foi muito bacana!

miami2Para quem quiser saber o local exato onde ficamos na praia, foi bem próximo do nosso hotel, o Circa 39 e eu super recomendo tanto o hotel quanto este miolo da praia, porque nós somos adeptos do mantra: “eu só quero sossego”! E vocês, já conheciam North Beach? Contem aqui nos comentários ou deixem suas dicas e sobre outras praias e locais em Miami. É sempre bom conhecer dicas novas que vocês passam. Ah, não esqueçam de se inscrever no blog para ficar por dentro das novidades e se gostaram deste post, deixem uma curtida que ficarei muito grata! Um beijo cheio de sal, sol e mar e até o próximo post…

Anúncios

I’m in Miami Beeeeeeach!

IMG_7456

Bom dia gente! Vou contar uma coisa para vocês: sempre que alguém fala de Miami, uma música super irritante me vem à cabeça: “I’m in Miami beachhhhh, tunt tunt tunt” kkkk. Com vocês também é assim? Espero que não :-D. Mas brincadeiras à parte, visitamos a cidade recentemente e hoje vim aqui contar tudo o que achei na minha curta visita a este lugar super comentado. Será que é de fato tudo isto que comentam? Sigam-me…

Para quem chegou aqui do nada, saibam que chegamos de carro vindo de Orlando numa viagem de quase 4 horas de duração. Apesar das estradas nos EUA serem super bem sinalizadas e terem toda a estrutura para o viajante; eu não recomendo virem de carro. É muito cansativo e a viagem é um tédio total, porque a paisagem pouco muda ao longo do caminho então não tem nada de interessante que te mantenha feliz durante o percurso. Eu sei que cada um tem sua opinião, mas se tivesse que visitar novamente, certamente iria de avião. pronto, falei! kkk

Nós decidimos visitar Miami porque…sabe aquela oportunidade que surge do tipo: “puxa, estou em orlando, por que não aproveitar a viagem e visitar Miami? Exatamente isso que fizemos! Fomos a Miami por pura influência de todos os outros seres humanos que já visitaram a cidade e vivem contando o quão incrível ela é. E tivemos fortes emoções na estrada com direito a chuva torrencial onde pouco se via e uma chuva de…libélulas (Hãaaaaa?) no pára-brisa. Sim…eram MUITAS libélulas voando. Mas chegamos todos vivos e prontos para aproveitar Miami.

Chegamos em uma sexta à noite e como a viagem foi longa, só deixamos nossas coisas no Hotel, o Circa 39 (que contarei com mais detalhes em outro post) e partimos para uma caminhada de reconhecimento do entorno. Como ficamos na parte mais ao norte de Miami beach tudo era bem mais calmo e nem parecia aquela Miami do nosso imaginário. Mas nossa ideia era uma curta visita, então não daria para sair dali conhecendo Miami a fundo. Como nossa caminhada já durava mais de 40 minutos, decidimos parar para comer e novamente a surpresa: quase tudo estava fechado.

Ao chegarmos novamente no Hotel, fomos informados que a cidade bomba mesmo nos fins de semana, então se você chegar em uma sexta-feira, esteja preparado para comer cedo (antes das 22:00 horas) ou vai dormir com fome. Lembre-se que Miami NÃO é NY! A nós restou apenas o restaurante de Hotel Croydon, o The Tavern situado na Avenida Collins, onde saboreamos um hamburguer com picles e fritas muito bem servido e…muito bem cobrado! Pelo que vimos, é bem comum os restaurantes cobrarem 15% de gorjeta e mais uma porcentagem por….outra gorjeta! Ou seja, atentem-se para cobranças duplas de gorjetas em Miami. Geralmente a gorjeta já vem no preço final e depois de já terem incluído a gorjeta eles a incluem novamente. Claro que não paguei duas vezes! Fora isso, o hamburguer até que estava bom.

No dia seguinte, após aproveitarmos a praia próximo ao nosso Hotel, fomos conhecer a verdadeira Miami, aquela cheia de ruas com prédios diferentes, luzes neon e carros antigos. Mas Miami não estava cooperando. Era feriado na data em questão e quase TODAS as ruas estavam bloqueadas para carros; conforme íamos nos aproximando de South Beach, começamos a entrar em uma Miami de clipe de rap americano: a Miami ostentação!

Tudo o que falarei aqui é baseado em opinião pessoal, então se você não contempla da mesma opinião, certamente verá de um jeito diferente. Se você gosta de Ostentação  a nível máximo ou se curte seriados do tipo “Wags” e o estilo praiano de alguns clipes americanos, saiba que aqui é o seu lugar kkk; mas EU não curto isto então minha conexão com Miami não rolou. O que vimos foram muitos biquinis brilhosos, muitas jóias (inclusive na praia), jovens com suas lamborghinis ou carros semelhantes, muita gente bebendo e aquele som alto saindo dos carros e das boates. Meu mundo caiu, afinal de contas, não era essa a imagem que eu tinha!

Depois de toda esta ostentação, fomos jantar em um restaurante bem conhecido pelos frutos do mar: o Joe’s Stone Crab. Que não aceita reservas! O local é bem bonito e o código de vestimenta é mais formal, ou seja, não dá para sair da praia e comer ali. Há que se arrumar um pouco, mas nada muito ostensivo rs. Vale lembrar que ele não abre o cano todo por conta da pesca do caranguejo.

Mas vamos à comida: como eu tinha lido várias dicas de blogs, decidi provar a famosa salada da casa: Joe’s famous Cole slaw (repolho com molho da casa e tomates), já o maridex foi de Chopped Salad (amendoim, alface americana, azeitonas pretas, queijo feta, vinagrete da casa e alguns vegetais que não reconheci rs). Gente,  eu detestei a salada! Aliás, foi uma das piores coisas que já comi. Imaginem uma salada de repolho marinada em um vinagre doce com um molho muito estranho e tomates. Fujam! Já a do marido estava gostosa, mas sinceramente…nada demais!

De prato principal, o maridex foi de caranguejo, já que é o carro-chefe do local; ao pedir caranguejo, você recebe todo um aparato para comê-lo. Eu como estava enjoada da salada, fui de bolinho de caranguejo. Os dois estavam saborosos mas nada maravilhoso. Para finalizar, pedimos de sobremesa uma torta de chocolate. Esta sim, estava divina! No final das contas, achei a experiência bem interessante, o serviço foi atenciosos, mas o preço não é muito amigo. Vale lembrar que para quem está de carro, há valet no local por U$7,00 dólares.

Por fim, a melhor lembrança de Miami, será sem dúvida, a praia linda e tranquila em North beach. E vocês, já visitaram Miami? O que acharam da cidade? Contem nos comentários como foi a sua experiência por lá e deixe dicas ou sugestões de lugares, afinal de contas é sempre bom conhecer coisas novas. Por hoje é só gente linda, mas eu volto com mais novidades! Se gostaram deste post, deixem uma curtida e não esqueçam de se inscrever no blog para ficar por dentro das novidades. Um beijo cheio de brilho e glamour brasileiro para todos vocês kkk…

 

The Tavern at Hotel Croydon

 3720 Collins AveMiami Beach, FL 33140-4080
Tel: +1 (305) 938-1145
Joe’s Stone Crab

11 Washington Ave, Miami Beach – CEP: 33139
Tel: +1 (305) 673-0365
Site: http://www.joesstonecrab.com
Horário: Dom, Qua, Qui: 6-10pm – Sex, Sab: 6-11pm